18 Out

Acontece diariamente com todos nós, ao abrirmos a nossa caixa de mail, encontrarmos uma infinidade de mensagens de SPAM. Os assuntos são os mais variados possíveis: “Você ganhou a lotaria!!”, “Por favor, ajude-me”, “Eu tenho alguns milhões que precisam ser investidos com uma pessoa de confiança.”, “Viagra!”,  “Grátis”, “Promoção!!”, etc.

Claro que a maioria de nós quando visualizamos um assunto destes mandamos imediatamente apagar a mensagem ou indicamos que se trata de spam. No entanto, nos servidores de e-mail existem mecanismos que fazem esse trabalho automaticamente segundo vários critérios e algoritmos próprio que facilita o processo. Estamos a falar dos filtros ANTI-SPAM.

Se você envia campanhas de email marketing, inevitavelmente vai-se deparar com filtros de spam. Em média pode-se esperar que 10 a 20% de seus emails se percam na rede, sendo que os filtros de spam são a principal causa.

Para todos aqueles que criam campanhas de e-mail marketing, este é um tema sempre presente, pois é necessário estar atento a estes filtros e ter o máximo de atenção na criação das mensagens para alcancarem uma menor taxa de rejeição pelos sistemas de envio.

E não é preciso ser um praticante de spam para que os seus emails caiam dentro da caixa de spam. Mesmo uma campanha de email marketing enviada para uma base de dados de pessoas que aceitaram previamente receber emails, podem ser alvo dos filtros de spam. Infelizmente não existe nenhuma formula mágica para evitar que emails bem intencionados sejam enviados para a caixa de spam. O que é preciso é entender como funcionam os filtros de spam.

Como trabalham os Filtros ANTI-SPAM?
Os filtros de spam analisam uma série de critérios que ajudam a decidir se o seu e-mail é ou não um lixo eletrônico. 
Estes filtros procuram frases como “Clique Aqui!” ou “Grátis” ou “Aproveite nossa promoção!” e através destes critérios, cada vez que são encontradas estas frases os filtros atribuem uma pontuação a cada mensagem. A pontuação atribuida depende de cada critério e isso é feito através de um software instalado nos servidores. O mais conhecido é o SpamAssassin. Trata-se de uma plataforma open source que permite analisar e bloquear mensagens de spam nos servidores de e-mail.

Os filtros acrescentam cabeçalhos na mensagem com a informação do seu “nível de spam” e é atribuída uma pontuação a essa mensagem. Se o seu email atinge um certo número de pontos, ele é enviado directamente para a caixa de spam, sem sequer passar pela caixa de entrada e desconhece-se esse número de pontos que não deve ser ultrapassado, porque isso varia de servidor para servidor.

Garantir que os seus e-mails não caem na caixa de spam significa que eles podem ter uma maior chance de serem bem recebidos e lidos pelos seus destinatários.

Microwaredispõe de umasolução própria de Email Marketing para ajudar as empresas a divulgar os seus serviços ou produtos, ou simplesmente enviar a Newsletter mensal para os seus clientes.

A plataforma utilizada pela Microware para o envio das campanhas de email dos seus clientes, testa o conteúdo das mensagens e detecta as palavras proibidas por forma a garantir o melhor desempenho possível.

Contacte-nos: www.microware.pt  |  [email protected] 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *